Receitas

24.11.17

Frango no Forno com Manteiga de Ervas


Quem não adora Frango no Forno, bem temperado, com a pele estaladiça e cheio de sabor?
Eu adoro e acompanhado com chips de batata doce, ainda fica melhor.
Para que fique todo o sabor na carne, vamos massaja-lo com uma manteiga muito especial!


Para 4 pessoas precisamos de:

  • 1 Frango
  • 200gr de Manteiga sem Sal
  • 4 ramos de Alecrim
  • 4 ramos de Estragão
  • 4 ramos de Salva
  • 1 colher de sobremesa de Alho moido
  • 2 limões inteiros (um inteiro picado e outro ás rodelas) e sumo de meio limão
  • Sal qb
  • pimenta qb
  • Azeite qb


Começamos com a manteiga.
A cerca de 150gr de manteiga, juntamos 3 ramos de cada uma das ervas bem picadas, o alho, a pimenta e o sal.
Misturamos tudo e guardamos.

Ligamos o forno a 200º

Vamos agora agarrar o frango e com muito cuidado, "descolar" a pele da carne. queremos que a pele fique no sitio e inteira, esta parte é para ser feita com calma, para garantir que não fazemos nenhum corte na pele.

Em seguida vamos massajar o frango, colocando um pouco de manteiga na mão e colocando a mesma entre a pele e a carne. Fazemos isto na ave toda incluindo no rabiosque onde colocamos também o limão picado.

Com a manteiga que sobrar, passamos por cima de toda a pele.
Amarramos as pernas.

Numa assadeira, colocamos o azeite, dispomos o frango no meio, o limão ás rodelas e os ramos que sobram das ervas em volta e regamos com o sumo.

Em seguida, levamos ao forno, a 200º durante 15 minutos e baixamos para os 180º deixando cerca de 45min.



Acompanhamos com as Chips de Batata Doce, partimos e aproveitamos cada momento deste manjar!


Suculento e Sem Espinhas

15.11.17

Dica #61 - Massas - Massa Folhada

Massa Folhada!
Quem não gosta das pequenas maravilhas que são feitas com massa folhada!

(imagem retirada do Pinterest)

Eu pessoalmente adoro trabalhar com Massa Folhada mas nunca tentei fazer!

Existem três estágios principais no preparo desta massa de manteiga leve e folhada, usada para tortas doces e salgadas.
São eles:
Criar a base, adicionar a manteiga e abrir, dobrando e virando a massa. Para melhores resultados, a massa deve estar gelada.
Deixo-vos a receita da Massa e duas receitas feitas com Massa de Compra, Cataventos e Rosas de Massa Folhada!


Receita dos Cataventos aqui

Segue a receita para os mais aventureiros:

Ingredientes:


  • 500 g de farinha de trigo
  • 250 ml de água fria
  • 75 g de manteiga derretida sem
  • sal
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 300 g de manteiga sem sal


Fazemos a massa com farinha, água, manteiga derretida e sal.
Amolecemos ligeiramente a manteiga e fazemos um quadrado de 2 cm de espessura.
Achatamos a massa numa superfície fria e levemente enfarinhada.
Juntamos a manteiga e fazemos uma bola.
Depois abrimos, dobramos e viramos a massa seis vezes, levando ao frigorifico por 30 minutos a cada segunda virada.
Rende 1,25 kg.

Receita das Rosas aqui

Dicas, Sem Espinhas

10.11.17

Quiche de Outono


Tal como prometi, aqui fica a minha receita de Quiche com massa caseira (vou ensinar a receita para fazer à mão e para fazer num Robot de Cozinha), recheada de coisas boas!

Para a massa vamos precisar de:

  • 300 gr farinha sem fermento
  • 130 gr manteiga
  • 70 gr água
  • 2 gr de sal
Como esta massa leva um recheio com ovos, opto por não o colocar na massa e ajusto assim os restantes ingredientes.
Se fizermos num Robot de Cozinha, começamos por juntar todos os ingredientes no copo e na velocidade 6 batemos por 15 segundos.

Se fizemos à mão, o processo é parecido, eu junto uma taça a farinha e a manteiga que vou desfazendo com a ponta dos dedos, em seguida transfiro a mistura para a bancada, faço uma cova no centro da massa e começo a juntar a água que já tem o sal e amasso, atenção que a massa não pode ser muito amassada para não ficar rija.

Depois de amassada, deixamos a massa descansar e passamos para o recheio.



Depois de amassada, deixamos a massa descansar e passamos para o recheio.

Nesta quiche usei:


  • 100gr de bacon
  • 1 alho francês laminado
  • 150gr de Cogumelos brancos, frescos, laminados
  • 250 gr de espinafres
  • Pimenta qb
  • Sal qb
  • Noz Moscada
  • 2 ramos de alecrim
  • 3 ovos batidos
  • 1 pacote de Natas (200ml)
  • Queijo ralado

Começo por bater os ovos e após os mesmos estarem bem batidos, junto as natas que também misturo muito bem, temperando com o sal, pimenta e noz moscada. Na mistura pronta, junto os 2 ramos de alecrim e deixo a descansar.
Em seguida vou saltear o bacon numa frigideira, depois de salteado, retiro o mesmo com a escumadeira e coloco num prato para absorver a gordura.
Na mesma frigideira, que deve ter a gordura do bacon e deve estar em lume alto junto o alho francês e os cogumelos, que também vou saltear.
Assim que estiverem prontos retiro do lume e coloco numa taça, em seguida vou saltear os espinafres.
Quando os espinafres estiverem prontos, retiro do lume e junto todo o recheio (bacon, alho francês, cogumelos e espinafres) numa só taça envolvendo muito bem.


Ligamos o forno a 180º.
Agora, numa superfície enfarinhada, estendo a nossa massa (eu gosto dela bem fininha) que depois transfiro para a tarteira. Depois de forrar toda a tarteira, com um garfo, faço um picotado, na massa de forma a que esta não ganhe bolhas quando for ao forno.
Em seguida, vou juntar o recheio bem espalhado na massa, coloco o líquido (do qual já retirei os ramos de alecrim) em seguida e finalmente espalho o queijo ralado por cima de toda a tarte.
Colocamos então a quiche no forno durante cerca de 30 minutos, ou até a massa estar cozida e a quiche douradinha,


Outonal e Sem Espinhas!

9.11.17

Dica #60 - Massas - CHOUX

Para criar as crocantes e sublimes bases de profiteroles e éclairs, sobremesas deslumbrantes como o croquembouche e inúmeros saborosos hors d'oeuvres, a patê a choux, uma massa que é cozida duas vezes, é diferente de todas as outras.

imagem retirada do Pinterest

Massa Choux
A técnica básica é cozinhar a massa até começar a inflar e então juntar os ovos lentamente, fora do lume, batendo para incorporar o máximo possível de ar. A massa deve estar quente suficiente para cozinhar um pouco os ovos, mas sem endurecer a mistura.

Segue a receita base

Misturamos 100 g de manteiga sem sal e 250 ml de água, deixamos levantar fervura e tiramos  a panela do lume.
Juntamos 150 g de farinha peneirada com 1 colher de chá de sal e outra de açúcar e batemos.
Quando a massa estiver lisa, voltamos a colocar no lume até secar, formar uma bola e soltar do fundo da panela.
Acrescentamos aos poucos 4 ovos batidos, fora do lume para não cozinhar, batendo sempre.
Continuamos a bater até a massa engrossar e ficar brilhante. Deve cair quando se bater a colher.
Imagem retirada do Pinterest

Os Profiteroles
Estas bolinhas de massa choux são feitas com saco de pasteleiro, assadas e arrefecidas, cortadas ao meio e recheadas, ou furadas no meio e recheadas com saco de pasteleiro. Antes de irem ao forno, devemos untar levemente a assadeira com manteiga e levar ao frigorifico para as bolinhas não escorregarem. Depois é só colocar o forno a 200ºC até dourar, por 20 minutos.


Ando cheia de vontade de tentar fazer um Croquembouche..... quem sabe se não é um dia destes!

Imagem retirada do Pinterest

Dicas, Sem Espinhas



2.11.17

Dica #59 - Massas



Nestas próximas dicas, vamos falar de massas.
Massa Quebrada, Massa Filo, Massa Choux e Massa Folhada.

De todas elas, apenas faço em casa a Massa Quebrada, mas quero muito aventurar-me nas restantes.

Vou por isso começar pela Massa Quebrada.

(imagem retirada do Pinterest)

A Massa Quebrada é a  mais fácil de fazer em casa e é otima para tartes, quiches, decorações, e barquinhas.

Para os doces, basta juntar um pouco de açúcar na massa!

Segue aqui a receita

Ingredientes:


  • 250 g de farinha T55 sem fermento
  • 125 g de manteiga sem Sal, fria, aos pedacinhos
  • 50 ml de água
  • 1 gema de ovo
  • 1 pitada de sal 
Se optar pela versão doce é só juntar:
  • 35 g de açúcar

Numa tigela, junto a farinha, o sal (e o açúcar se for doce) e misturo. Junto em seguida a manteiga aos pedaços e vou misturando de forma a desfazer a manteiga na farinha e formando uma areia grossa.
Em seguida junto a água e a gema de ovo e misturo até formar uma bola. Se a massa estiver muito mole, colocamos cerca de 30 minutos no frigorifico.

Depois, na bancada enfarinhada, estender a massa e colocar na tarteira.

Eu uso esta massa sobretudo para quiches, portanto, cozo tudo junto com a massa bem picada para não empolar.
No entanto pode não ser necessário cozinhar o recheio no forno, assim, picamos na mesma a massa e cozemos cerca de 25 minutos com o forno pré-aquecido a 180º.

Prometo em breve deixar-vos a minha receita de Quiche.

(imagem retirada do Pinterest)

Dicas Sem Espinhas

27.10.17

Bacalhau à Brás


Quanto a vocês não sei, mas eu adoro Bacalhau!
Cozido, Assado, à Brás, com Natas.... Enfim... O nosso fiel amigo é bom de todas as maneiras.

Por isso hoje deixo-vos com a minha receita de Bacalhau à Brás!
Experimentem e depois contem-me como é a vossa!

Para 4 pessoas vamos precisar de:

  • 2 Lombos de Bacalhau;
  • 1 pacote de Batata Palha ou 2 Batatas medias
  • 4 ovos inteiros
  • 2 gemas
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • Azeite
  • Sal
  • Pimenta
  • 1 folha Louro
  • Salsa (opcional)
  • Azeitonas (opcional)

Vamos começar por colocar um tacho com água, temperado com sal (atenção que se o bacalhau estiver mais salgado ou se usarem batata palha de pacote não devem colocar sal) e a Folha de Louro.
Assim que ferver, colocar os Lombos de Bacalhau e deixar cozer.

Se decidirem fazer Batata Palha caseira, descasquem as batatas e num ralador grosso palhem a batata que deve ser frita em azeite e muito bem escorrida.

Em seguida, batam os 4 ovos inteiros com as 2 gemas, piquem a cebola, o alho e a Salsa.

Depois de termos o bacalhau cozido e desfiado em lascas simpáticas vamos passar ao passo seguinte.

Num tacho colocamos o azeite e a cebola e deixamos a mesma ficar translucida, em seguida juntamos o alho, a pimenta e refogamos um pouco.
Juntamos as lascas de bacalhau e envolvemos bem.

Em seguida, juntamos 2/3 da batatas palha e a Salsa, continuando a envolver.

Quando esta mistura estiver bem envolvida passamos aos ovos, que juntamos, fora do lume, até obtermos quase, quase a textura que procuramos (eu gosto do bacalhau mais molhadinho).

É neste ponto que vamos verificar os temperos e juntar as restantes batatas, envolvendo novamente, de forma a termos várias texturas no prato.

Passamos para um prato de servir, salpicamos com a restante Salsa e colocamos as Azeitonas.

Cá em casa não dispensamos a Salsa, no entanto as Azeitonas não se dão bem com a nossa pele!


Tradicionalmente Sem Espinhas!

20.10.17

Cookies Fit de Banana & Aveia


A minha amiga Teresa perguntou-me o que eu comia pré treino!
Na realidade eu não costumo comer nada, mas fui procurar e encontrei uma receita que adaptei e surgiram estas Cookies.

Para cerca de 20 Cookies vamos precisar de:


  • 500gr de Flocos de Aveia Biológica e sem Gluten
  • 2 bananas muito maduras
  • 2 colheres de Sopa de Cacau Puro em pó
  • 1 colher de Sopa de Mel (opcional)


Ligamos o forno a 180º.
Esmagar as bananas,e em seguida juntamos os restantes ingredientes e misturamos muito bem.

Fazemos discos dos tamanhos que queremos, e colocamos no forno cerca de 15 minutos.

Estão prontinhas para levar para o ginásio!

Fit e Sem Espinhas!

13.10.17

Hambúrgueres Caseiros com Esparguete de Courgette


Estes hambúrgueres são os meus preferidos!
Têm alguns ingredientes diferentes e são inspirados nos do Chef Gordon Ramsay!
Para acompanhar, decidi fazer um maravilhoso Esparguete de Courgette.

Para os hambúrgueres vamos precisar de:


  • 500gr de carne de vaca com alguma gordura (para não ficarem secos)
  • 1 cebola, muito picada ou ralada
  • 5 tomates secos picados
  • 1 colher de sopa de Molho Inglês (opcional)
  • 1 alho picadinho
  • 1 colher de chá de extrato de tomate
  • 1 colher de sopa de nozes picadas
  • 1 gema de ovo
  • raspa de meio limão

Juntamos todos os ingredientes e amassamos muito bem.
Eu gosto de fazer esta preparação de véspera, para os sabores ligarem melhor.
Em seguida fazemos bolinhas, que espalmamos e damos a forma de hambúrgueres.

Em seguida é só grelhar e estão prontos!



O Esparguete de Courgette também é muito simples, mas é necessária uma ferramenta para transformar em Esparguete, pode ser um Espiralizador, ou um Afia Legumes.
Contem com cerca de uma courgette média por pessoa,

Depois de transformada em Esparguete e numa panela com água a ferver, sal e uma folha de louro, deixamos cozer durante cerca de 3 minutos.

Retiramos para um passador e colocamos o mesmo numa taça com água fria e gelo para parar a cozedura.

Entretanto como tinha um tomate madurinho no frio, cortei em cubinhos e juntei.


Deliciosamente Sem Espinhas.

7.10.17

Camarões à "la Guillo"

Como eu acho que já partilhei por aqui, a minha relação com o Marisco é muito recente, e por isso mesmo gosto de experimentar as receitas mais simples antes de me aventurar!
Assim desta vez optei por uns maravilhosos Camarões à "la Guillo".



Para 2 pessoas vamos precisar de:

300gr de Camarão 80/100, descascado e limpo
Azeite q.b.
6 dentes de alho picados.
sumo de 1/2 limão.
50 ml de whisky
1 colher de chá de manteiga
1 colher de chá de mostarda
1 colher de café de pimentão doce
1 colher de café de pimenta preta
Sal q.b.
Piri-piri q.b.
Coentros q.b.

Começamos por descascar e retirar as tripas aos camarões.
Numa frigideira colocamos um fio de azeite e o alho picado, que refogamos com cuidado para não queimar. Juntamos o miolo de camarão, o pimentão doce e temperamos com sal e pimenta preta moída na hora.  Cozinhamos os camarões até mudarem de cor. Numa taça juntamos o sumo de limão, o whisky, a mostarda, o piri-piri e a manteiga. Emulsionamos muito bem e juntamos na frigideira, deixando cozinhar mais uns minutos em lume alto para evaporar o álcool.

Servimos com Coentros picados.




Entradas Sem Espinhas

29.9.17

Dica #58 - Tipos de Chocolate para Confeitaria


Imagem retirada do Pinterest

Continuando no tema chocolate, existem de facto alguma informações sobre os mesmos que nem sempre pensamos.
Os confeiteiros profissionais usam tipos de chocolate diferentes dos usados na cozinha caseira. Isso porque, geralmente, eles precisam não só de um chocolate maleável para obter formas elaboradas, mas para que elas se conservem.
A manteiga de cacau determina a maleabilidade e também o seu gosto.

Chocolate de Confeiteiro:
Também chamado de cobertura de confeiteiro e pote à glacer, substitui a manteiga de cacau por óleo vegetal hidrogenado, resultando num chocolate maleável, fácil de endurecer e de cortar mas com gosto a gordura e acabamento baço. Bom para fazer decorações.

Imagem retirada do Pintrest

Chocolate Couverture: 
É o preferido dos chefs em qualquer receita que peça chocolate. O couverture tem alta porcentagem de manteiga de cacau (no mínimo 32%) e, por isso, é acetinado e tem sabor delicado.
É mais difícil de trabalhar do que o chocolate de confeiteiro (precisa ser preparado antes de usar), mas o acabamento e o gosto são melhores. Se tiverem dificuldade de encontrá-lo, substituam pelo chocolate amargo ou meio-amargo que contenha o máximo possível de manteiga de cacau e preparem-no antes de o usar.


Imagem retirada daqui


Deliciosamente Sem Espinhas