Receitas

15.3.17

Dica #45 - Os Caldos de Cozinha - Caldo de Peixe e Caldo de Camarão

Continuando na saga dos Caldos Caseiros, desta vez deixo mais dois.


  • O Caldo de Peixe 
  • O Caldo de Marisco
Para o Caldo de Peixe vamos precisar de:
Imagem retirada daqui

  • 450 g de espinhas e cabeça de peixe (pode ser qualquer um)
  • 1 cebola cortada em 4
  • 1 alho francês cortado ás rodelas
  • 1 cenoura cortada ás rodelas
  • 1 talo de aipo cortado ás rodelas
  • 1 folha de louro
  • 1 tronco de alecrim
  • 4 talos de salsa
  • 1 col café com grãos inteiros de pimenta preta e verde
  • 1 col de café de cravinhos
  • 1 col café de sal
  • 4 chávenas de água

Numa panela grande, colocamos todos os ingredientes. 
Vai ao lume e quando levantar fervura, baixamos e deixamos cozer durante cerca de 30 a 40 minutos.
Sempre que se for formando uma espuma no cimo da panela, só temos de ir tirando a mesma.
Coamos o caldo com um coador de pano e já está.

Podemos guardar no frigorifico ou congelar.

Para o Caldo de Camarão vamos precisar de:

Imagem retirada daqui
  • 500 gramas de cabeças e cascas de camarões (frescos)
  • 1 cebola cortada em 4
  • 2 tomates maduros cortados em 4
  • 1 alho francês cortado ás rodelas
  • 1 col de sopa de Azeite
  • 1 dl de vinho branco 
  • 1 folha de louro
  • 1 tronco de alecrim
  • 4 talos de coentros
  • 1 col café com grãos inteiros de pimenta preta e verde
  • 1 col café de sal
  • 4 chávenas de água

Numa panela grande, colocamos as cabeças de camarão, as especiarias e o azeite e deixamos refogar durante cerca de 5 minutos em seguida colocamos os restantes ingredientes e vai ao lume e quando levantar fervura, baixamos e deixamos cozer durante cerca de 30 a 40 minutos,
Sempre que se for formando uma espuma no cimo da panela, só temos de ir tirando a mesma.
Coamos o caldo com um coador de pano e já está.

Uma outra forma é, depois dos 30/40 minutos, retirar todos os legumes (menos o tomate) e passar tudo o resto num liquidificador coando em seguida.

Podemos guardar no frigorifico ou congelar.


Aproveitamentos Sem (ou Com) Espinhas

13.2.17

São Valentim

Muitos são os que festejam em casa este dia dedicado aos namorados.

Os restaurantes estão apinhados e tornam-se pouco românticos, assim os enamorados aventuram-se na cozinha.

Por isso, hoje deixo um menu dos Deuses, com receitas anteriormente publicadas

Espero que vos ajude!

Entrada - Antipasti

Rápidas de fazer, estas são as minhas entradas prediletas!

receitas aqui


Prato Principal - Papelotes de Salmão com Cebolinho e Tomilho Limão

Cheios de sabor mas muito leves, estes Papelotes de Salmão, invadem os nossos sentidos

receita aqui

Sobremesa - Mousse de Chocolate - com Azeite e Flor de Sal - molhada em Coulie de Frutos Silvestres

Aqui tive muitas duvidas, mas acabei por me decidir pelo eterno chocolate! Afrodisíaco e muito sensual!
receita aqui

Experimentem, amanhã ou noutro dia qualquer, porque afinal.... dia dos Namorados, é quando os namorados quiseres!

Apaixonado e Sem Espinhas

18.1.17

Dica #44 - Tipos de Carne - Porco


Se a semana passada falámos dos cortes da Vaca, hoje vamos falar do Porco.
Apesar de não ser uma carne consensual, se for de boa qualidade é uma carne muito rica.



PERNA
Boa para ser assada inteira. Pode também cortar-se em medalhões, bifes ou bifanas e prepara-se frita ou grelhada.

BARRIGA
É corte de carne com bastante gordura e pele. Deve ter um equilíbrio entre gordura e carne para que seja mais saboroso. Outro ponto importante na hora da compra é a ausência de odor forte ou desagradável. Nunca a sirva mal passada. Optimas para grelhar, fritar, guisar ou cozer.

ENTRECOSTO
Retira-se da entremeada separando o courato e a gordura.
É uma peça com bastantes ossos, mas com um sabor delicioso quando grelhado ou frito.

PA
É o membro anterior depois de retirado o chispe com a unha. Este corte é delicioso assado, no entanto, também pode ser cortado em bifes, que são uma maravilha fritos. Após corte em cubos, podemos fritar para rojões, carne às Mercês ou carne à portuguesa

BOCHECHA
Carne da cabeça e é aproveitada na culinária de muitas culturas e que podemos assar, cozer ou guisar.

COSTELETAS DO FUNDO
São as vértebras cervicais e fazem parte das peças de melhor qualidade e podem preparar-se fritas, guisadas, assadas ou cozidas,

VÃO OU COSTELETAS COM PÉ
São as hemi-vértebras dorsais e tal como as costeletas do fundo são peças de melhor qualidade e podem preparar-se fritas ou grelhadas.

LOMBO
O lombo é uma peça de carne sem osso, que corresponde à massa muscular de preenchimento da goteira vertebral lombar. Encontra-se limpa de ossos e de gordura. O lombo prepara-se inteiro ou em bifes. O lombinho, músculo que preenche a goteira interna lombar, prepara-se inteiro frito ou grelhado. É óptimo também para espetadas.

MIUDEZAS
Estamos a falar de de órgãos toráxicos e abdominais em abaixo indicados, assim como cabeça e chispes. Normalmente utilizados para enriquecer pratos como a Feijoada e o Cozido.

Aqui, fica uma receita de Rolo de Carne, feito com Barriga e Lombo.



Dicas sem Espinhas

13.1.17

Chips de Batata Doce

Chips de Batata Doce, são um ótimo e delicioso substituto das batatas fritas!
Super simples de fazer e vai agradar a pequenos e graúdos!

Mais uma das minhas descobertas quando abracei esta forma de estar Paleo.

Esta receita é muito simples, mas deixo umas dicas de como a tornar mais rica.


Para 4 pessoas vamos precisar de:


  • 3 Batatas Doce médias;
  • Sal qb
  • Pimenta moída na hora qb




Começamos por ligar o forno a 150º.
Lavamos muito bem as batatas e com uma mandolina, ou uma faca bem afiada cortamos rodelas finas sem tirar a casca, temperamos bem com o sal e a pimenta, colocamos num tabuleiro forrado com papel vegetal e vai ao forno.

Passado cerca de 15min, vamos lá virar as rodelas e deixamos mais 15 minutos.

Se quiserem podem juntar aos temperos Alecrim Seco, Oregãos, Ervas da Provence ou qualquer outra Erva Aromática da vossa preferência,


Paleo e Sem Espinhas

11.1.17

Dica #43 - Tipos de Carne - Vaca

Várias vezes me questionam o tipo de carne que utilizo para os pratos que vou faço, como sei quais as melhores partes e onde compro a carne.

Decidi fazer um conjunto de dicas sobre esse tema, que tenho a certeza que vos vão ajudar.

Hoje vamos começar pela Vaca.

Acho que não existem melhores partes, é uma questão de gosto e do que queremos fazer.

Normalmente compro a carne no talho do meu bairro. A qualidade é superior!

Imagem retirada daqui

Quais as suas partes e como as devemos cozinhar!

ABA COZER
É a carne indicada para fazer Cozido à Portuguesa. É uma carne, que por não ser 100% limpa é muito saborosa.

ALCATRA
É considerada uma carne de primeira categoria, normalmente usada em bifes, estufados para saltear e picados.

ACÉM
O Acém pode proporcionar grelhados muito saborosos, bons caldos e estufados. Os bifes, são muito tenros, suculentos e saborosos, embora apresentem uma maior quantidade de gordura.

ENTRECOSTO
Carne com osso e alguma gordura, pode ser grelhada na brasa, estufada, ou assada no forno.

 Receita aqui


GANSO REDONDO
Localizada na perna da Vaca, é uma carne mais seca, indicada para estufar.


Carne de primeira categoria, muito tenra e, depois de bem limpa, dá excelentes bifes. Os métodos de cozedura mais aconselhados são o salteado e o grelhado.

RABADILHA
Muito boa cozida, também dá otimos bifes, estufados e guisados.

LOMBO
É, segundo muitos, o melhor corte. Perfeito para assados e para fazer o melhor dos bifes, isto porque é a peça mais tenra, suculenta e saborosa da vaca.
Do meio do lombo retiram-se pedaços de carne de melhor qualidade como os chamados chateau briand, Filet-mignon e tornedós ou medalhões.

VAZIA
Os bifes deste corte são tenros e devem ser altos e pesados, quase sem gordura, tanto o bife do lombo como da vazia podem ser fritos, grelhados e recheados.

CHAMBÃO
É uma carne rica em matérias gelatinosas, especialmente boa para caldos, consommés, geleias, cozido e picados. Muito saborosa, mas exige uma cozedura prolongada. Proporciona óptimos estufados e guisados

BOCHECHA
Marinada, estufada ou mesmo guisada. Com uma cozedura prolongada torna-se numa carne bastante tenra.
Receita aqui

OSSO BUCO
Sendo uma carne utilizada tipicamente na cozinha Italiana. Deve ser estufado e sempre com o tutano.

RABO DE BOI
Tal como a bochecha é uma carne que confeccionada com uma cozedura demorada fica muito tenra, caso tal não possa ser feito, é desaconselhada. Deve ser estufado.

Não estando aqui todas as partes, estas já nos dão algumas informações importantes e muitas e deliciosas receitas.

Informação retirada daqui e daqui

Cortes, Sem Espinhas

5.1.17

Dica #42 - Os excessos das festas


Depois das festas, subimos na balança e normalmente o resultado é superior ao que queríamos!
Por isso, hoje vou falar-vos das minhas rotinas pós festas!

Imagem retirada daqui

Gorduras boas, proteína e legumes são os meus maiores aliados.
Não esqueçam a total eliminação de todos os processados e hidratos de carbono complexos, como o pão, farinhas, massas....

Eu aposto em comer apenas quando tenho fome, mas nesta altura, sou um pouco mais dura e faço pelo menos dois jejuns de 16h diárias por semana!

Tomo um pequeno almoço rico em gorduras boas, proteína e legumes, almoço umas horas mais tarde tendo em conta o mesmo principio e só volto a fazer uma refeição no dia seguinte.

Não costumo ter fome alguma ou qualquer tipo de sintoma de falta de energia e este tipo de procedimento comigo tem ótimos resultados.

Imagem retirada daqui

Partilhem o que costumam fazer nestas alturas.

Dicas Sem Espinhas.

14.12.16

Dica #41 - Frutas e Legumes da época - Dezembro


E para finalizar o ano, deixo-vos as Frutas e Legumes de Dezembro!

Nos legumes temos


Aqui fica uma receita deliciosa com Beldroegas!


Nas frutas temos


Que tal esta receita para o Natal?


Dicas Sem Espinhas

24.11.16

Dica #40 - Os Caldos de Cozinha - Caldo de Legumes e Caldo de Carne

Hoje vamos falar de caldos de cozinha!
E fácil ir ao supermercado e comprar uma caixinha mas e o resto?

Como concluí que para mim não servem, decidi aprender como se fazem e obviamente partilhar convosco.

Começamos pelo versátil Caldo de Legumes

 imagem retirada do Pintrest


Vamos precisar de:
  • 1 colher (sopa) de azeite ;
  • 2 talos brancos de alho-francês, lavados e picados;
  • 4 cebolas médias, picadas;
  • 6 cenouras grandes, picadas;
  • 3 talos de aipo, picados;
  • 10 pés de salsa;
  • 2 colheres (chá) de manjerona desidratada;
  • 1/2 colher (chá) de tomilho desidratado;
  • 1 folhas de louro;
  • 6 L de água (eu uso fervida)
Aquecemos o azeite em lume médio, numa panela grande, e adicionamos os legumes que devem refogar até começarem a ficar dourados.
Em seguida juntamos as ervas e a água fria. 
Deixamos levantar fervura e diminuímos o lume deixando cozinhar por uma hora com a panela parcialmente tapada.
Finalmente vamos coar o caldo com uma peneira fina. 
.
Para o Caldo de Carne vamos precisar de:

 imagem retirada do Pintrest

  • 1 pedaço de osso de vaca sem a carne, cortada em pedaços pequenos 
  • 1 mão de vaca cortada em pedaços pequenos 
  • 1,5 kg de entrecosto ou ossobuco (com osso), ou ainda uma combinação das duas carnes 
  • 4 lt de água ou o suficiente para cobrir completamente as carnes e ossos 
  • Sumo de 3 limões
  • 3 cebolas médias picadas 
  • 3 cenouras médias picadas
  • 3 talos de aipo picados
  • 2 troncos de tomilho fresco
  • 1 colher (sopa) de grãos secos de pimenta verde esmagados
  • 1 maço de salsa
Começamos por lavar muio bem os ossos e a mão de vaca em seguida vai tudo para a panela e cobrimos com a mistura de água e sumo de limão. Deixamos descansar durante uma hora.

Enquanto isso, colocamos a carne numa assadeira e deixamos no forno a 200 graus até dourarem (cerca de 1 hora, o tempo em que os ossos ficam de molho). Quando estiverem torradas, mas não queimadas, vão para a panela em que estão os ossos, acrescentando as cebolas, cenouras e o aipo. Levamos ao lume.
Na assadeira onde se assamos a carne, acrescentamos um pouco d’água, aquecemos no fogão até ferver, mexendo para soltar o fundo da assadeira. Acrescentamos esta água à panela do caldo.

Adicionamos mais água à panela do caldo, se necessário, de forma a cobrir todos os ossos. Atenção porque o volume aumenta durante o cozimento.
Assim que começar a ferver, poderá se formar uma camada de espuma na superfície. É importante que ela seja removida com uma escumadeira. Depois de removê-la, baixamos o lume e juntamos o tomilho e a pimenta.

Deixamos o caldo de carne cozinhar lentamente, por 12 a 72 horas. Quanto maior o tempo de cozimento, mais intensa será a cor do caldo e mais saboroso ele será.

Um pouco antes de finalizar juntamos a salsa e deixamos mais 10 minutos.

Finalmente vamos coar o caldo com uma peneira fina. 

Para ambos os caldos podemos usar de imediato ou então congelar nas covetes de gelo para termos doses individuais.

Dá algum trabalho mas vale tanto a pena!

Para a semana trago o de Marisco e o de Peixe

Receitas baseadas nestas

Caseiro e Sem Espinhas

11.11.16

Quadrados de amêndoa regados com doce de ovos

Esta é mais uma receita paleo e é uma adaptação a uma receita que vi no site Paleo XXI.

Ficou uma pequena delícia e para enganar a vontade de um doce é soberba.


Para dua pessoas, vamos precisar de:

  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de farinha amêndoa
  • 30gr colher de polvilho doce
  • 15gr de queijo quark
  • 1 colher café de fermento

Ora, esta é a parte simples, vamos juntar os ingredientes todos, bater muito bem e levar ao microondas durante 3 minutos numa forma redonda, forrada com papel vegetal.

Agora vamos fazer o doce de ovos
  • 2 gemas
  • 1 colher de chá de raspas de limão
  • 20 ml água 
  • 1/2 colher de chá de mel 

Para o doce, começamos por colocar num tachinho ao lume a água com a raspa de limão e o mel, deixamos ferver um pouco e deixamos arrefecer. Numa taça desfazemos as gemas que vamos juntar ao preparado anterior apenas morno e deitamos em fio, mexendo sempre. Voltamos a levar ao lume para engrossar e está pronto.





Sem Culpas e Sem Espinhas

9.11.16

Dica #39 - Os Frutos Secos

Hoje falamos de frutos secos

Antes de mais vamos dividir os frutos secos por dois grupos.

Os Frutos Secos Oleaginosos e os Frutos que se consomem secos.

Os frutos que são secos, por exemplo o Figo ou a Ameixa, são, devido à secagem em tudo muito mais concentrados, com excepção das vitaminas solúveis em água, o que os tornam por isso mais calóricos, se 100gr de ameixas frescas têm cerca de 50 Kcal, as secas têm cerca de 4 vezes mais,
imagem retirada daqui

As ameixas secas dão um bom contributo em casos de prisão de ventre, pelo que podem deixar duas ameixas secas de molho durante a noite, ingerindo-as em conjunto com essa água no dia seguinte.

As passas de uva e os figos secos possuem um elevado teor de hidratos de carbono, fibras, vitaminas e minerais como o cálcio, o fósforo, o potássio e o ferro.


Já os frutos secos Oleaginosos têm as seguintes características especificas:

A amêndoa contém muitas vitaminas, oligoelementos, ferro e cobre que poderá integrar a dieta de quem sofra de anemia ferropénica. O seu elevado teor em ácidos gordos monoinsaturados faz deste fruto seco um bom alimento em dietas de hipertensos e em casos de colesterol e triglicéridos elevados. No caso da diabetes este fruto parece melhorar a sensibilidade à insulina. A amêndoa é também benéfica quando se praticam exercícios que requerem muito esforço físico, bem como em atividades intelectuais que exijam concentração.
Imagem retirada daqui

Também a avelã e a noz são indicadas em dietas para regularizar o colesterol ou ainda em casos de afecções cardíacas devido à riqueza de ácidos gordos polinsaturados e Omega-3.

A Noz é pobre em fibras e contém poucas proteínas.
imagem retirada daqui

avelã possui uma grande quantidade de fibras que actuam como laxante, são dos frutos secos mais ricos em vitamina A e vitamina C, sendo a quantidade de magnésio também muito significativa.
imagem retirada daqui

O pistácio é muito rico em minerais como o potássio, o cálcio, o fósforo, o ferro e o magnésio. Devido ao teor de fibra, é considerado um óptimo laxante natural.
imagem retirada daqui

O pinhão apresenta um equilibrado teor de ácidos gordos mono e polinsaturados que ajuda na redução do nível de colesterol. Este fruto contribui ainda para o bom funcionamento do sistema nervoso.
imagem retirada do Pinterest

Estes frutos podem ser excelentes aperitivos (deverá evitá-los na sua forma salgada ou caramelizada) e são bem melhores para a saúde que outros aperitivos mais artificiais.

Apesar dos benefícios descritos, estes frutos devem ser consumidos sempre com moderação devido ao seu elevado teor calórico, que poderá ser prejudicial.

Nunca consumam frutos secos que não tenham um paladar fresco, já que se estiverem rançosos, como tantas vezes acontece, são prejudiciais à saúde.

Ao escolher este tipo de frutos é necessário ter em atenção o facto de estes terem sido processados pela indústria e lhes ter sido acrescentado, por exemplo, sal ou açúcar, consoante os casos.
Contrariamente, os benefícios que apresentam perder-se-iam.

Como exemplo, podemos citar as tâmaras brilhantes que são embebidas em xarope de açúcar, algumas cristalizadas. Alguns dos frutos são untados com óleo para não ficarem colados e desidratados, todos estes processos aumentam o seu valor calórico. é importante estarmos atentos aos rótulos, pois em alguns casos são adicionados conservantes para prolongar a conservação dos frutos.

imagem retirada do pinterest

Dicas Sem Espinhas